segunda-feira, 25 de maio de 2009

Bombacha é coisa de homem?

Confesso a todos que eu estava me segurando pra não tratar do assunto, contudo, como este blog foi feito para divulgar e opinar sobre o tradicionalismo, eu não poderia deixar de tratar de tal fato. Seguidamente quando vou a São Chico compareço na loja de artigos gauchescos Casa do Gaúcho. Vou lá afim de olhar alguma coisa nova e acabo, inevitavelmente,comprando algo. Pois na última vez que lá estive, peguei um folheto de divulgação do estabelecimento que dizia mais ou menos o seguinte: Venha conhecer as bombachas femininas aprovadas pelo MTG. Confesso que levei um susto! Não pelo fato de existir bombacha feminina, pois isto não é mais novidade, mas, por saber que o MTG havia liberado um modelo para uso das mulheres. Não tive a oportunidade de olhar bem o modelo, porém, pude notar que o que diferencia tal peça, da que é usada pelos peões é uma espécie de flor bordada. Lembra a nossa flor símbolo: a maçanilha.
Comecei a me perguntar desde então, o que a bombacha feminina representa. Há pouco tempo atrás, o Movimento Tradicionalista Gaúcho proibiu veementemente a possibilidade de grupos ditos “tchês”, de desempenharem sua música dentro dos galpões de CTG. Os “tchês” também não podem se apresentar em Rodeios Crioulos quando estes forem organizados por CTG’s associados a entidade. Acho que o MTG agiu de forma correta neste sentido, mesmo respeitando a opção dos colegas músicos, pois creio que o ambiente do CTG é sim tradicional e para tanto, não pode haver mistura com uma cultura que não seja nossa. Agora, o MTG libera a bombacha feminina. Vejo que há uma falta de nexo nestas duas decisões. Ora, se pode mulher dançar de bombacha, pode o homem maxixar também, ou não pode? Antes que você, querida prenda que lê este espaço me chame de machista, quero esclarecer um seguinte ponto: Não sou contrário à utilização de bombacha pela mulher no dia a dia, ou na lida de campo (sim, mulheres também trabalham na lida de campo e ás vezes até melhor que o homem hehehe). Tampouco durante os rodeios quando estas participam da competição, pois, afinal, montar de vestido seria algo certamente muito desconfortável. Acho, todavia que, se encerraria por aí a utilização de bombacha pelas nossas prendas.
A lógica utilizada pelo MTG para banir os “tchês” dos CTG’s acredito que seja a mesma que deveria ser utilizada para as bombachas femininas. Se uma coisa é proibida, a outra também deve ser. Volto a salientar, não sou contra a bombacha feminina numa generalidade, sou contra apenas dentro do ambiente de um CTG, que, como falei anteriormente, é um local tradicional. Porque sou contra? Veja bem, a beleza de uma prenda está relacionada com sua feminilidade. Uma prenda de bombacha perde um pouco do seu encanto, pois aí não há uma diferenciação frente a um peão. Quero deixar bem claro que não sou preconceituoso, apenas neste ponto sou contrário. Creio que o tradicionalismo está aberto a evoluções sim, e até defendo isso, contudo, acho que neste ponto a bombacha é muito mais uma modinha do momento do que uma evolução. Se me provarem o contrário, bom aí pode ser que eu reforme esta minha idéia e aceite tal situação numa boa.
A modernidade está aí as nossas e é impossível caminharmos em sentido contrário, porém, é preciso que tomarmos cuidado pois nem tudo que está a nossa disposição é realmente importante. Eu tenho saudade da simplicidade do passado, quando as coisas eram mais trabalhosas e também mais bonitas. No passado, a bombacha era coisa de homem e o vestido de prenda ilustrava toda a beleza da nossa mulher gaúcha. Mas isso foi no passado. Ohh saudade....
_
Abraço a todos e um bom começo de semana.
_
P.S.: A novidade que prometi a cerca de dez dias será anunciada impreterívelmente até sexta-feira próxima.

9 comentários:

Antônio disse...

Dá mais uns cinco anos e teremos gaudério comprando vestido de prenda na Casa do Gaúcho...

Isso resume o que eu penso sobre o assunto.

Abraço!

Anônimo disse...

Meu nome é Daniel C. Soares.
Venho a algum tempo pelhando contra as nossas prendas usarem BOMBACHAS, pois isso é coisa de homem. Tenho uma solução simples e sensata, que é o vestido campeiro uma espécie de calça saia simples e prática para a lida de campo, e não esconde a beleza de nossas prendas.

Anônimo disse...

Olá
Meu nome é Glaucia, sou tradicionalista de coração, adoro usar bombacha e bota, e digo mais, a mulher nao perde sua beleza e nao deixa de ser feminina por isso, pois temos muitos acessorios que nos embelazam.

Anônimo disse...

Oi meu nome eh Carla,eu soh acho qe bombacha feminina em bailes gaúchos não eh muito próprio!Mas prá o dia-a-dia,lida e etc tdo bm,pois uso,mas prá baile não pq a bombacha feminina foi criada prá conforto da mulher,por isso não eh tradicional i baile dentro dos CTG's eh algo tradicional,por isso eh indispensavel o vestido!Mas eu uso muito bombacha i adóro!besos

Mauricio disse...

concordo que no 20 de stembro ammulher deve usar seu vestido mais bonito,pois é nossa data maxima...
mas no dia-dia,em uma ou outra cavalgada não vejo a necessidade de andar de vestido,elas devem estar tão praticas e confortaveis commo nós...
bombacha em homens e mulheres...
SIM!!!!!

Matheus Valente Gonçalves disse...

Tchê comecei a ler teu texto e não tava entendendo bem onde tu querias chegar,mas ao desenrolar da trama hehe vi que estas certo,e apreciei muito o que escreveste,e queria te perguntar e te fazer uma sugestão de texto,sobre as bombachas "masculinas" da vez,as bombachas apertadas,se usas me desculpa,mas na minha opinião bombacha de verdade é bombacha larga.E como disseste no texto sobre a tradição ,essas tais bombachas fogem da tradição.Um forte abraço!

juliano estefano disse...

BUENO,ESTE E UM ASSUNTO UM TANTO COMPLICADO DE EXPRESSAR UMA POSIÇÃO OU OPOSIÇÃO,MAS ACHO MUITO CORRETO A COLOCAÇAO DO AMIGO QUE DENTRO DE UM AMBIENTE TRADICIONALISTA COMO NOSSOS CTG´S PRENDAS DEVERIAM MANTER AS RAIZES E COSTUMES ANTIGOS USANDO O FAMOSO E LINDO VESTIDO DE PRENDA.JÁ NA LIDA CAMPEIRA PODERIA SIM ASSOCIAR A BOMBACHA CAMPEIRA.E QUANTO A BELEZA DA MULHER GAUCHA ISSO NAO TEM NEM COMO EXPLICAR.ESTEJA ELA APÉ OU DE A CAVALO,DE VESTIDO OU DE BOMBACHA SUA FEMINILIDADE E BELEZA SÃO INCOMPARAVEIS.E TENHO DITO.

Mirela Silva disse...

meu nome é Mirela, sou contra aquela mulher que usa a bombacha como forma de se aparecer, se eu uso? sim! mas é uma forma de querer mostrar a imagem do gacho para a minha regiao, e outra, não é por que estou usando-a que minha feminilidade irá deixar de existir!

deise aline disse...

Se tu fores olhar nas normas do MTG verás que a bombacha feminina é pra usos como tu disse, apenas pra montar e é expressamente proibida pra dança.